Buscar

Libras pode ser reconhecida como língua de instrução em BH




A Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) aprovou em primeiro turno um Projeto de Lei que reconhece oficialmente a Língua Brasileira de Sinais (Libras) na capital mineira. O texto foi aprovado em votação simbólica e ainda precisa ser votado em segundo turno para ser enviado para a sanção do prefeito da capital mineira Fuad Noman.


“Fica oficialmente reconhecida a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e outros recursos de expressão a ela associados, como língua de instrução e meio de comunicação objetiva e de uso corrente da comunidade surda no município de Belo Horizonte”, diz a matéria aprovada.

Hoje, no Brasil, a Libras é meio de comunicação e expressão, mas não é considerada segunda língua oficial (veja aqui).


“Esse projeto mostra que libras não é uma linguagem, mas sim uma língua e como tal é fundamental construir políticas públicas que garantam a acessibilidade linguística da comunidade surda reconhecendo a importância da libras no município e no Brasil”, disse a vereadora Duda Salabert (PDT), autora do projeto.


Duda acrescentou que a língua já é reconhecida em outras capitais, como Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza e Curitiba. “Esse projeto foi construído em parceria com a comunidade surda e tem o objetivo de trazer visibilidade sobre a importância da construção de políticas públicas que garantam acessibilidade linguística, não só do município, mas também do país”, disse a vereadora.



 

Equipe LIBRAS-SE, com O TEMPO

tradução de vídeos para Libras em 24h

www.libras-se.com


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo