Buscar

Projeto traduz poesias de Cruz e Souza para Libras



Cultura com inclusão e acessibilidade. É visando isso que um grupo de Joinville (SC) tem traduzido poesias do escritor catarinense Cruz e Souza para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). O projeto "Cruz e Souza Para Todos" engloba 96 criações do autor, todas incluídas na obra Últimos Sonetos.


O grupo é formado pelo ator Robson Benta e os intérpretes Darley Goulart e Núbia Amorim. Eles fazem o trabalho de narrar e comunicar os poemas por meio da Libras. "O desafio é muito grande, porque as pessoas surdas não podem falar português, mas nós podemos falar libras. Então, nós ouvintes deveríamos estudar um pouco mais de libras", comentou Robson em entrevista à NSC TV Joinville.


A obra retratada traz a relação da escrita poética com a morte, que era vivenciada por Cruz e Souza, e observada por ele no comportamento das pessoas em relação à morte. Núbia Amorim pontua que a ideia do projeto é estabelecer a igualdade na compreensão das obras do poeta catarinense. "Foi um projeto que abriu a mente de muita gente por aí, por que é puro soneto e poesia, além de trazer reflexões profundas."


Essa é a segunda edição do projeto. No ano passado, o grupo já havia publicado um conjunto de 48 poemas do escritor.


O conteúdo está disponível no YouTube:



 

Equipe LIBRAS-SE, com NSC Total

tradução de vídeos para Libras em 24h

www.libras-se.com

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo